GINÁSTICA

Mexa-se!

Prezados leitores da S&L, vamos iniciar uma série de artigos sobre a importância e os benefícios do exercício físico (EF) para algumas populações especiais, nomeadamente: crianças, terceira idade, cardíacos, diabéticos, hipertensos, obesos e gestantes. Iniciaremos o nosso ciclo falando sobre um grupo muito especial que são os seniores, ou terceira idade.
Todos sabemos que, com o passar dos anos, o nosso organismo vai sofrendo alterações fisiológicas e funcionais que condicionam as diversas atividades diárias de um idoso. O andar torna-se mais lento, o equilíbrio é muito difícil, a força fica reduzida em grande escala e diversas outras capacidades físicas sofrem com o processo de envelhecimento.
De entre os principais benefícios do exercício físico para esse escalão etário, podemos citar: aumento da força muscular; aumento nos níveis de flexibilidade; manutenção do peso corporal; melhoria na coordenação motora e no equilíbrio (diminuindo os riscos de queda); diminuição dos riscos de lesões musculares; aumento da capacidade cardiorrespiratória e melhoria da autoestima e do bem-estar social, diminuindo o risco do aparecimento de depressão e ansiedade.
Antes de iniciar qualquer tipo de atividade física, é aconselhável falar com o seu médico. Ao escolher um local para treinar, certifique-se de que os profissionais são qualificados para orientá-lo durante as sessões
de treino.

RecomendaÇÕes
– Se pretende inscrever-se num ginásio ou num clube desportivo, as atividades mais indicadas são: Hidroginástica, Ginástica Localizada, Dança e Pilates. Essas atividades podem ser realizadas de 2 a 3 vezes por semana. Vai depender da sua disponibilidade e do seu nível de forma física.
– Se não pretende ir ao ginásio, inicie fazendo caminhadas. O ideal será começar a fazer 30 minutos por dia. Se não está habituado, faça 15 minutos de manhã e mais 15 à tarde. Com o passar dos dias, vai conseguir fazer os 30 minutos seguidos. Essa caminhada deve ser feita em passo acelerado. Vá aumentando o tempo sempre que conseguir, e quando conseguir fazer 60 minutos consecutivos estará a sentir-se muito melhor fisicamente. É muito aconselhável que faça essas caminhadas acompanhado por uma ou mais pessoas, pois, além de ser mais seguro, tem o aspeto social.

Treino em casa
Além da caminhada, que trabalha, essencialmente, a parte cardiorrespiratória, há a necessidade de fazer alguns exercícios para força e flexibilidade.

gin1
gin2
gin3


Kleber Costa
Prof. de Educação Física e Mestre em Atividade Física para a Terceira Idade